Novo por aqui? Aqui você pode fazer uma pergunta com sua dúvida ou responder a uma pergunta. Sugerimos ainda consultar o FAQ.

Mural de Rogério Pacheco

Entre ou registre-se para publicar neste mural.
Poema publicado no livro - Prisioneiro Eterno, edição de 2008, pela www.allprinteditora.com.br - Autor: Rogerio Pacheco

Morte – Vôo de Condor

Eu vi
Na face da morte
Uns olhos sem cor.
Provocando um efeito
Feito um aceito
Sem pena sem dor.

Depois...
Num vôo de condor
Aproximou-se...
E deixou-me no peito
Um forte abraço...
Última marca que ficou.

E a Vida
Observava sem jeito
Ouvindo o concerto
Em voz de tenor.

Em seguida...
Retirou-se desfeita
Sem emitir o conceito
Qu’eu mais procurava...
– Do Amor!
escrito 2 Mar, 2015 por Rogério Pacheco

Registre-se grátis e acumule pontos fazendo perguntas e respondendo a perguntas de outros usuários. Mostre que você é fera na língua portuguesa e outros assuntos. Veja aqui o ranking.

Você pode fazer perguntas anônimas e pode deixar respostas anônimas, mas estas não valem pontos!


...